Comentários no Blog

Procure um conto que você mais se identificou e deixe nele um comentário falando o que quiser e fazendo o seu classificado ou propaganda para conseguir contatos.

Se preferir enviar um conto, remeta para maridodaisabela@gmail.com

sábado, 1 de novembro de 2008

Pricila era Casada Vira Prostituta

Olá meu nome é Raquel, sou Psicóloga clínica moro e trabalho na cidade de São Caetano do Sul-SP. Sou loira, 1,76m, olhos azuis esverdeados, tenho seios grandes e um bumbum durinho (modéstia a parte sou uma inveja para muitas mulheres). Minha carreira profissional está mil maravilhas eu tenho uma renda mínima mensal de quase sete mil reais, mas, na nossa vida nada é 100erfeito. O que eu vou relatar aconteceu a umas semanas atrás, eu estava tendo minhas relações normais com meu marido, quando dei por mim que aquilo era algo mecânico sem prazer algum. Fiquei com essa idéia na cabeça, mas continuei a minha vida, exatamente na noite seguinte eu precisava ir ao Shopping trocar umas peças de roupa. Peguei meu carro e fui sem lembrar que a Avenida em que ele se encontra é conhecida pelo o número enorme de garotas de programa. Fiquei olhando e me imaginando como seria ser prostituta por uma noite. Fui ao Shopping, mas ao invés de trocar meus vestidos, fui a uma loja que fabrica artigos de couro e comprei uma bota comprida, uma saia minúscula e um topzinho. Voltei para minha casa já elaborando meus planos da noite seguinte. O dia se passou lá estava eu dizendo ao meu marido que precisava visitar uma paciente minha que precisava ser internada com urgência! Ele caiu direitinho, peguei a roupa, coloquei na minha bolsa e fui em direção a Avenida (isso era mais ou menos 8:00PM). Estacionei meu carro uma rua à cima, para ninguém ver, fui caminhando timidamente até o local que escolhera, uns homens que estavam em um bar próximo já começavam a mexer comigo. Fica parada sem se movimentar por uns 15 minutos. Por um minuto eu comecei a falar o que é que eu estava fazendo ali, virei às costas e comecei a volta atrás. Quando um Vectra Preto para ao meu lado e me pergunta quanto eu cobrava. Olhei para dentro e vi três rapazes lindos. Um deles chamava-se Rafael era um lindo moreno de olhos claros, o outro se chamava Fernando era Moreno com o cabelinho espetado e por último o Marcos um loiro de olhos azuis (maravilhoso). Eu entrei no carro e disse que o preço eu acertava depois. Eles passavam as mãos em minhas pernas e falavam que ia me cobrir de gozo. Eles entraram no primeiro Motel que apareceu e pegaram o primeiro quarto que eles viram pela frente. Logo ao entrar eles me jogaram na cama e disseram que ia sofrer muito, dei uma risadinha de lado e mandei eles me mostrarem o equipamento. Eu nunca tinha visto algo parecido os três deviam ter ali um pênis superior a 20cm era lindo de ver.Sem pensar muito o Rafael correu e enfiou o pau dele na minha garganta eu mal conseguia respirar quando um me levantou e ficou embaixo de mim e o outro deitou em cima de mim.Eu nunca havia feito sexo oral nem anal por isso eu comecei a me desesperar cada vez mais eles estocavam com mais força. O Marcos empurrou os outros e falou que ele ia sozinho. Ele me deitou, levantou as minhas pernas e começou a foder minha vagininha. Eu olhava para o teto, apertava a fronha da cama, mas não dava certo eu continuava em desespero. Aí eu não agüentei falei, que era a minha primeira vez e eu não queria que eles fizessem comigo o que eles queriam, mas sim o que gostaria de fazer. Eles me olharam torto e falaram que concordavam. Assim mandei os três se sentarem na cama um ao lado do outro, então sentei no pau do Fernandinho pulei como uma gazela no cio ele gozou no meu cuzinho e eu fiquei encharcada. Fui para Rafa e comecei a chupar o pau dele, chupei como se dali fosse sair água para matar minha sede, água não saiu, mas saiu muito esperma. Eu estava preste a cuspir quando ele falou isso não era modo de jogar fora uma boca inteira de gozo, eu fechei os olhos e engoli (foi a coisa mais maravilhosa da minha vida) e por fim corri com a xana aberta para aquele lindo do Marcos ele me pegou me levou para a parede e começou a me prensar, eu tirei os pés do chão e comecei a curtir o momento. Decidi então que chupar era a melhor coisa que eu podia fazer juntei os três ao meu redor e comecei a chupar, lamber e enfiar garaganta abaixo. Depois de 1hora de muito sexo sai peguei meu dinheiro (R$ 800) e fui para meu carro. Eu estava caminhado calmamente (tentando me recompor) quando uma prostituta local me perguntou se eu era nova e começou a puxar assunto. Eu como muito curiosa perguntei o porquê, ela me disse que morava enfrente o meu ponto e ficou me admirando, ela estava me esperando voltar para me contratar para fazer sexo com ela. Ela era uma ruiva com um corpo semelhante ao meu exceto pelo silicone. Mal entrei na casa dela e nós já estávamos nos beijando, comecei a curtir aquilo tudo e me deixei levar. Ela foi me conduzindo até uma banheira na qual nós entramos e ficamos somente nos acariciando. Ela me disse que se eu quisesse ganhar algum dinheiro eu ia ter que chupar toda o bocetinha dela. Sem pensar duas vezes mergulhei e comecei a lamber sem parar, só parava para tomar ar e, já voltava para baixo. Ela me deu uma toalha e já me puxou para a sua cama. Quando cheguei vi acessórios de todos os tipos, ela olhou para mim e me perguntou com qual eu queria começar. Eu caí na besteira de falar qualquer um, porque ela pegou um pênis de borracha preto e enfiou até a minha alma. Depois ela começou a fazer experiências com cada um dos 21 brinquedinhos. Depois de tudo acabei dormindo de tão cansada (dormi abraçada com ela e com um pinto de duas pontas no meu cu e na bocetinha dela. Acordei por volta das 3:00 da manhã peguei meu pagamento (R$ 150) e fui para meu carro. Cheguei em casa quebrada, toda gozada e toda descabelada. Corri para o banho e me troquei. Meu marido acordou e me perguntou se estava tudo bem eu disse que era só mais um dia de trabalho de uma vida que acabara de começar. Se você pode vir a SCS-SP me mande um e-mail para marcarmos! (sandyguessbr@yahoo.com.br)

Nenhum comentário: