Comentários no Blog

Procure um conto que você mais se identificou e deixe nele um comentário falando o que quiser e fazendo o seu classificado ou propaganda para conseguir contatos.

Se preferir enviar um conto, remeta para maridodaisabela@gmail.com

sábado, 1 de novembro de 2008

O MASSAGISTA DO SPA

By: kaplan


Ai....nem quando a gente pensa em descansar, consegue!!
Imaginem, amigos e amigas queridos, que eu estava tão esgotada, que consegui que meu maridinho Kaplan me desse um presente: uma semana num Spa, para eu relaxar bastante, me desintoxicar, tirar um pouco do estresse...

Claro que ele sempre concorda em me deixar sair porque sabe que, na volta,sempre tenho uma bela historia para contar...vocês me entendem, não é? rssssss

Mas juro a vocês...eu realmente precisava descansar e não pensava em aventuras. Queria ficar descansando, fazendo massagens relaxantes, ler alguns livros...enfim, ficar uma semana inteira, longe da agitação da cidade grande.

Fui então para o Spa, que era localizado numa área de 40000 km2 de muito verde. Longe da cidade, o local só tinha os proprietários e os hospedes, poucos.Quando cheguei e fui apresentada aos demais hóspedes, adorei porque só havia um homem, feio e muito gordo. As outras eram mulheres.Gordas também. Pensei: dessa vez não tem chance de eu fazer programas. Vou poder descansar, como realmente pretendo.

Ledo engano!

Não sabia que o massagista estava lá. E era homem. E que homem!!! Quando desci para o local reservado às massagens para marcar com ele o que eu queria fazer, arrepiei da cabeça aos pés. Era um moreno, de 1,75m, musculoso, saradão, um tesao de homem!!!

Recebeu-me com um sorriso e disse que eu deveria primeiro fazer o exame médico para ver qual seria a massagem mais adequada. Retruquei que não precisava. eu só queria a massagem relaxante. Disse a ele que eu não tinha ido para fazer regime, era unicamente para tirar o estresse.

- De fato, senhora, quando eu a vi chegando, não consegui atinar a razão de sua vinda. A senhora tem um belo corpo, não precisa fazer regime para emagrecer.

Acho que fiquei vermelha com o elogio,pois ele logo se desculpou. Combinamos então que eu faria uma massagem relaxante todos os dias, de segunda a sexta, as 10 horas da manhã.

Sai de lá contente e preocupada. Não posso negar que ele me chamara a atenção. Quando aquelas mãos grandes estivessem passeando pelo meu corpo eu teria de tomar muito cuidado para não ficar molhada. Que bobagem, pensei! Se eu ficar com tesão e ele também, quem me impede de examinar com mais calma o individuo?

Custei a esperar a segunda para tirar a prova dos nove. E lá fui eu, num biquini verde escuro, bem pequeno. Quando tirei o vestidinho de malha e expus meu corpo naquele biquinininho, notei que ele arregalou os olhos. Não pude deixar de ter um pensamento maldoso: Depois de ver tanta banha, ele pode admirar um filé....rssss....que me desculpem as gordinhas....rss....

Ele pediu que eu me deitasse na maca, de barriga para baixo. Ia começar pelas costas. Abaixou as persianas, mas a porta da sala era de vidro e não tinha persiana, assim, o que acontecia lá dentro podia ser facilmente visto por quem estivesse na sala de ginástica. Ruim, pensei....muito ruim...

Ele colocou uma toalha em minhas costas, deixando apenas os pés e as pernas descobertas. E começou. Deus do ceu, que mãos tinha aquele homem. Eu não consegui relaxar, comecei a ficar com um tesão danado de bom...E as mãos dele deslizavam agora pelas minhas coxas, chegando bem perto de meu bumbum...não foi sem querer...ele deixou o dedo dele roçar meu cuzinho...e eu arrepiei na hora, é claro!.

Terminadas as pernas, ele as cobriu com a toalha e fiquei com as costas descobertas. Falando baixinho ao meu ouvido, ele pediu licença para desabotoar meu sutiã. concordei. Já nem sabia mais porque ele não tirara a calcinha...eu deixaria!!!

Quando as mãos dele subiam juntas do meu bumbum até o pescoço, as pontas dos dedos dele tocavam a lateral dos meus seios...e eu não parava de me arrepiar. Eu devia estar com a calcinha molhada, tinha certeza disso....

Depois da sessão de toques nas costas, passou para a cabeça, massageou minha fronte. E pediu para eu virar. Nem me preocupei com o sutiã que caiu ao chão...lá ele ficou e ele pôde ver meus seios completamente à vontade para suas mãos tocarem, massagearem e fazerem tudo que ele quisesse...eu já estava entregue e confesso a vocês:doida para ele avançar todos os sinais possíveis. E ele queria... quando se afastava para passar óleo nas mãos, dava para perceber o volume dentro de sua calça de moleton branca.

Eu já estava totalmente entregue aquele moreno. Bastava ele dizer onde e quando, porque ali naquela sala não seria possivel.

Mas a massagem continuava. Meus seios eram agora acariciados, suas mãos conseguiam segura-los e ele, já sabendo que eu estava seduzida, acariciava meus biquinhos, puxava-os...e eu so gemia....

Finalmente ele colocou a toalha em meu peito e voltou-se para as pernas.E dessa vez, ao subir com uma mão em cada coxa, ele colocava os dois dedos polegares em minha xoxotinha e a massageava....gozei! e ele sentiu a umidade de meu gozo em seus dedos.

Eu não aguentava mais. Fui direta:

- Pelo amor de Deus...não brinca mais comigo...Preciso transar com você...
- Senhora...
- Não me chame de senhora...
- é o costume...
- Meu nome é Ana.
- Está bem, Ana, mas como faremos? Aqui não é possivel.
- Eu sei...no quarto também não tem jeito, né? Todos são muito proximos...alguem iria ouvir....Você conhece melhor aqui, me diga onde é possivel...tenho certeza de que voce já pegou alguma cliente aqui...onde, por favor, onde podemos?
- Ana, eu não tenho costume de pegar ninguem aqui, pode ter certeza disso. Mas a unica área mais reservada e que, de tarde, fica vazia, é a trilha de caminhada. Todas as caminhadas são feitas de manhã, à tarde fica vazio. E não sei se vc já percebeu, é uma trilha no meio da mata.
- Tem perigo não?
- Não... é supertranquilo
- Ótimo...podemos nos encontrar lá a que horas?
- Eu paro as massagens às 16. Daí posso ir direto para lá.
- OK. Nos encontramos lá então... Leve camisinha,tá?

Sai dalí com a cabeça a mil. Era algo novo para mim a massagem com aquelas mãos enormes. Fui para meu quarto. Depois do almoço, deitei-me e repousei até 15 horas. Levantei, tomei um banho demorado, me pefumei toda. Coloquei um vestidinho indiano. Dispensei sutiã e calcinha, para facilitar tudo. Fui para a trilha e lá fiquei aguardando o massagista, tendo o cuidado para não ser vista por mais ninguém.

As 16;10 ele chegou. Rapidamente caminhamos uns 200 metros, para ter a certeza de que ninguem nos veria. A paisagem era deslumbrante. Uma trilha de terra no meio de uma vegetação muito verde, muitas plantas. Ouvia-se o canto de pássaros os mais diversos: bem-te-vi, sabiá, canários... Havia uma enorme árvore bem à frente. Foi lá que paramos.

Encostei-me na árvore e ele chegou à minha frente. Não esperei, abracei-o e beijei-o.fui correspondida com tesão. Pude sentir o volume de seu pau aumentando de tamanho e de dureza, encostado em minhas pernas. Minha mão não demorou a procurar aquele mastro. Enfiei a mão dentro de sua calça de moleton e tive a agradavel surpresa de ver que ele estava sem cueca. Assim,minha mão foi direta a uma vara que já estava durissima. ]

Eu não consigo resistir a um pinto duro... abaixei-me, desci a calça dele e mamei bastante no pinto cheiroso. ele também tomara banho e o cheiro de sabonete estava impregnado no saco, no pinto, na glande...chupei tudo, com sofreguidão. Subito, ele me pediu para parar, pois não queria gozar logo.

Parei, fiquei em pé e ele, então, baixou a alça de meu vestidinho, desnudando meus seios e repetindo o que fizera de manhã e que me fizera ficar toda arrepiada. E novamente eu fiquei. Depois os beijou,delicadamente...colocou um biquinho em sua boca, apertou e foi puxando devagarinho... uma delícia total!!! Confesso a vocês que eu já havia gozado várias vezes.

Olhei para a árvore e vi que ela tinha dois galhos menores saindo um de cada lado do tronco. Tive uma idéia. Pedi a ele que me suspendesse e eu agarrei os dois troncos, ficando suspensa no ar. Ele entendeu o que eu queria. Minha xoxotinha ficou na altura da boca dele. Ele entrou por dentro de meu vestido e, sem que eu pudesse ver sua cabeça, começou a chupar em volta dos grandes lábios. Depois, uma lingua que parecia um dedo foi-se enfiando lá dentro de mim, achando meu grelinho e lambendo-o de tal forma que eu gozei mais uma vez....

Pedi que ele me descesse e já cai direto com a xoxotinha dentro daquele pau lindo e monumental. Ele bombou por uns 10 minutos dentro de mim, tirou o pau, colocou a camisinha, voltou a me penetrar e finalmente gozou,me fazendo ter um último orgasmo. Aquele dia.

Claro...sabendo desse local secreto, nos dias seguintes as massagens ficaram cada vez mais eróticas...e à tarde, eu e ele procurávemos cantinhos interessantes para testarmos as posições possiveis naquela trilha. Na terça feira ele comeu meu cuzinho, na quinta também. Na quarta e na sexta, minha xoxotinha pôde se deliciar de novo com aquele pau sensacional do meu massagista.

Quando me despedi, perguntaram se iriam me rever.Olhando de forma bem safada para meu massagista eu garanti que sim...iria voltar em breve!!!
E-mail= fotografo2000@rocketmail.com

Nenhum comentário: