Comentários no Blog

Procure um conto que você mais se identificou e deixe nele um comentário falando o que quiser e fazendo o seu classificado ou propaganda para conseguir contatos.

Se preferir enviar um conto, remeta para maridodaisabela@gmail.com

sábado, 1 de novembro de 2008

Corno do massagista

By: alberto campos


Olá

É como diz o título fui corno do massagista , mas vamos aos promenores , sou casado com a Teresa de 35 anos eu tenho 40 , em Agosto ela deu um jeito nas costas a fazer as limpezas em casa , fez vários tratamentos e em Setembro começou com massagens , até aqui tudo normal , á duas semanas atrás num dia quando a fui buscar á massagem ela vem com uma cara de poucos amigos , perguntei-lhe o que se passava , ela visivelmente enervada diz-me que a massagista dela a Maria estava de férias e que no lugar dela tinha ficado um homem , eu achei isso normal e digo-lhe que havia muitos homens massagistas , que era normal , ela diz que sabia disso , mas que o fulano tinha sido um bocado atrevido , perguntei-lhe atrevido como , ela diz que o fulano tinha metido a mão por debaixo da toalha e massajado as nadegas, eu ri-me , ela ficou ainda mais brava , diz-me que enquanto a Maria não voltasse que não fazia mais massagens , aquilo passou .

No dia que devia voltar a fazer a massagem de manhã eu pergunto-lhe como era se ela ía ou não , ela diz-me que iá a ver se a Maria já tinha voltado se já que fazia se não que não , eu digo-lhe que era melhor fazer que ela andava melhor e que se parasse que podia piorar , ela então diz-me que só ía se eu fosse com ela , aceitei .

Á hora marcada lá fui ter com ela , entramos no gabinete , ela despe-se e deita-se na marquesa , passado um pouco entra o fulano , um jovem com uns 23 ou 24 anos , bem encorpado , começa a massagem , correu tudo normalmente .

Na sessão seguinte eu não podia ir com ela , ela diz que então não ía , lá conversamos e a solução foi mudar a hora para eu poder ir tambem , ligamos para lá e lá se arranjou uma hora a que eu podesse , ás 19h30m lá estavamos , enquanto esperavamos fomos conversando , eu no gozo disse-lhe que o fulano até era jeitoso que se eu fosse mulher até nem me importava nada de ser massajada por ele , ela desconversa , entramos no gabinete , despe-se deita-se , e faz o normal , o fulano uma vez ou outra repete a cena de lhe massajar as nadegas , e reparo que quando o fez de uma das vezes meteu um dedo no rego e deixou-o lá uns segundos , aquilo em vez de me deixar chateado ou ciumento deixou-me excitado , fiz de conta que nada tinha visto .

Já no carro ela pergunta-me se eu tinha visto o fulano a massajar as nadegas , digo-lhe que não , ela diz-me que o tinha feito e que alem das nadegas que lhe tinha posto o dedo no cu , eu a sorrir digo-lhe que tambem com um cu tão bom como o dela que era natural que um homem quisesse tocar-lhe , ela irritada diz-me que até parecia que eu estava a gostar que outro homem a tocasse , ao ouvir aquilo dou conta que até era verdade , bem a conversa ficou por ali .

À noite já na cama enquanto nos acariciava-mos eu pergunto-lhe se ela não tinha gostado de ser tocada pelo fulano , ela um pouco atrapalhada diz-me que não , notei naquele não uma certa insegurança , volto á carga , faço-lhe mais umas perguntas , ela cada vez vacilava mais nas respostas , continuamos nas caricias e fodemos , quando estava a fodê-la pergunto-lhe se ela não gostava de foder com outro , com o massagista por exemplo , ela responde que não que eu estava louco , se pensava que ela era o quê , continuei a fodê-la , quando ela estava bem perto do orgasmo e a gemer eu digo-lhe que afinal tinha visto o fulano a mexer-lhe e que tinha ficado excitado , ela quase aos gritos insulta-me , diz-me que raio de homem era eu que ficava excitado ao ver outro a mexer na mulher dele , eu sem saber muito bem como o fazer tento explicar-lhe o melhor que sabia , bem a resposta dela foi virar-se e dormir sem s equer me d ar um beijo de boas noites .

Andou dois dias quase sem me falar , ao terceiro dia ao jantar ela olha-me com uma cara muito séria e diz-me ( olha lá aquilo que disseste de teres ficado excitado é verdade ) eu respondo que sim , ela fica uns segundos calada a olhar para mim , então diz-me ( como é possivel isso , como é que tu podes sentir tesão por ver outro a tocar-me , só falta dizeres que queres que eu me deite com outro ) eu que podia responder , respondo-lhe que por acaso até gostava , ela levanta-se da mesa olha para mim e diz ( parece impossível , tu queres que eu me deite com outro , queres que outro me possua , eu não a credito no que ouço ) sai da cozinha e vai para o quarto , vou ter com ela , peço-lhe desculpa , ela vira-me a cara , diz-me para a deixar sózinha .

Eu vou para a sala ver televisão , passada mais de uma hora ela vem ter comigo , senta-se e diz ( ouve lá tu queres mesmo que eu me deite com outro ) eu respondo que sim e dou-lhe algumas explicações que e la rebate , bem ficamos naquilo até ás 02h da manhã .

No dia seguinte de manhã durante o pequeno almoço ela diz-me ,( olha o fulano da primeira vez disse-me se eu queria tambem que ele me massajasse á frente , claro que lhe disse que não , mas hoje vou-lhe dizer que sim a ver o que tu achas de o ver a mexer-me nas mamas e na cona ) eu digo-lhe que de certeza que ía ficar ainda mais excitado , ela diz-me ( és um porco , um tarado , mas se é isso que queres tudo bem , mas depois não venhas com acusações ou outras coisas ) .

Nesse dia á noite na cama enquanto a acariciava digo-lhe para ela pensar que era o fulano , ela nada respondeu , fodemos e quando acabamos ela diz-me , amanhã vou deixar o fulano fazer o que quizer pode ser que assim percas a mania .

Andei o dia todo a pensar naquilo , quando chegou a hora fui ter com ela , mal cheguei junto dela ela diz-me ( tens a certeza que queres , vê lá ) eu respondo que sim , entramos no gabinete , como sempre despe-se e deita-se , o fulano começa a massagem , quando mete a mão debaixo da toalha e massaja as nadegas ela levanta-as um pouco , o fulano como era evidente apercebe-se, insiste na massagem nas nadegas , ela abre as pernas ligeiramente , o fulano mete dedos no rego , e fica assim uns 2 ou 3 minutos , a respiração dela acelera , via-se na cara dela que ela estava a gostar , aos poucos ela vai abrindo as pernas , o fulano passava já a mão toda no rego , olha para mim umas 3 ou 4 vezes , como não tenho reacção nenhuma ele aventura-se mais um pouco desce-lhe a toalha e deixa as nadegas a descoberto , passava a mão no rego até baixo , mais uns minutos naquilo e diz-lhe se ela queria ser massajada pela frente , ela olha para mim eu aceno com a cabeça em sinal positivo , ela diz-lhe que sim , vira-se , ele começa a massajar a barriga vai subindo e massaja as mamas , massaja-lhas uns minutos largos , volta a descer e vai sempre descendo até á cona , quando lá chega olha para mim , eu sorrio-lhe , ele mete a mão toda sobre a cona e massaja-lha , ela começa a mexer com a anca , ele vai ás coxas sobe e toca-lhe na cona desce e volta a subir , faz isto umas 10 vezes , volta a deixar a mão na cona dobra dois dedos e enfia-lhos na cona , ela dá um suspiro e um gemido , mexe os dedos dentro da cona dela , com a outra mão massaja as mamas , encosta a piça ao braço dela e roça-lho ligeiramente , nessa altura ela olha para mim , eu novamente aceno positivamente , ela fica uns segundos a olhar-me e leva a mão dela á piça dele , aperta-lha , ele afasta-se um pouco e abre as calças que caiem no chão , nessa altura eu assusto-me , o fulano mandava um piçalhão enorme e muito grosso , ela fica a olhar para aquilo , agarra-lho , massaja-lho , ele já tinha 4 dedos enfiados na cona dela , ele afasta-se um pouco puxa-lhe as pernas até ficar com o cu na ponta da marquesa , mete-se no meio das pernas dela e começa a massajar a cona com a piça , ela gemia sem parar , ele abre-lhe as beiças e começa a penetrá-la , ela dá um grito , olha para mim e diz ( ai que grosso ) dá novo grito , ele pouco a pouco enterra-se todo nela , começa um vai e vem lento , ela geme sem parar , não demora muito a vir-se aos gritos , o fulano acelera , ela grita cada vez mais , vem-se a segunda vez , o fulano diz ques e vinha tambem , ela a gritar diz-lhe para se vir dentro dela , ele assim faz , ela delira , ele sai dela , fico a ver a cona toda escachada a pingar esporra .

O fulano agradece veste-se e sai , ela lava-se veste-se e saímos tambem , já no carro ela beija-me e diz ( obrigada , adorei , espero que tambem tenhas adorado ) eu respondo que sem a minima duvida .

já fez mais 3 sessões e todas elas com direito a serviço completo , e já disse que depois de ficar bem das costas que vai continuar com as massagens.
E-mail= albertocampos36@hotmail.com

Nenhum comentário: